Com golaço na prorrogação, Espanha bate o Japão e fará final olímpica com o Brasil

Logo: Jogada10

Jogada10

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F08%2F1004838989-scaled.jpg&q=25&w=1080

A  Espanha será a rival do Brasil na disputa pelo ouro olímpico no futebol. Nesta terça-feira, passou pelo Japão, em Saitama. Após 0 a 0 no tempo normal, derrotou por 1 a 0 os donos da casa,  golaço de Asensio, aos 9′ do 2ºT da prorrogação. E o atacante do Real Madrid foi o cara do jogo. Ele começou no banco, entrou na reta final do segundo tempo e acordou a modorrenta equipe espanhola, que teve em sete minutos quatro chances de gol (nos 83 minutos sem ele em campo o selecionado havia finalizado apenas quatro vezes)

A final contra o Brasil, que passou pelo México nos pênaltis,  será no sábado, no Estádio Internacional de Yokohama, às 8h30. O Brasil busca o bi olímpico (foi campeão em 2016). A Espanha tenta o segundo ouro (ganhou em Barcelona-1992)

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=749&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F08%2F000_9JP8Y4.jpg&q=25&w=1080

Rafa Mir (de branco) disputa a bola com Tanaka durante o duelo entre  Espanha e Japão pela semifinal olímpica-  Jonathan Nackstrand/ AFP

Primeiro tempo

A Espanha entrou em campo com Rafa Mir, herói da classificação contra a Costa do Marfim nas quartas de final. O jogador, naquela partida, entrou nos acréscimos quando o jogo estava 2 a 1 para os africanos, e empatou o jogo. Na prorrogação, marcou mais duas vezes e a partida terminou 5 a 2. E foi de Rafa a única grande chance do morno primeiro tempo, quando ele finalizou para boa defesa do goleiro Tani. No mais, vimos um jogo amarrado. Os espanhóis tinham maior posse de bola, mas não conseguiam superar a marcação japonesa.

Segundo tempo

A etapa final foi ainda mais truncada. O Japão não dava espaços. Pedri e Oyarzabal não conseguiam fazer jogadas perto da área. Buscando chuveirinhos, a Espanha quase abriu o placar aos nove minutos: Yoshida cortou uma bola se antecipando a Merino, que chutou e caiu. O juiz marcou pênalti, mas consultou o VAR e percebeu que, na verdade, a falta tinha sido do espanhol. Então, ele anulou a marcação. Depois dos 30 minutos, cada time teve uma chance. Mir chutou para defesa de Tani e de Kubo quase marcou para defesa de Simon. Porém, quando Asensio entrou, já na reta final, a coisa mudou. O jogador do Real Madrid deu nova dinâmica ao time, que teve quatro grandes chances. Uma com Zubimendi e três com Oyarzabal. Nesta hora brilhou a segurança do goleiro Tani, que garantiu o placar em 0 a 0.

Prorrogação

O Japão chegou a contra-atacar com perigo,  como na cabeçada de Maeda que passou raspando, mas a Espanha seguiu em cima, embora sem uma possibilidade real de gol.  Já no segundo tempo, o Japão mostrou as garras, sufocando os espanhóis na defesa, trabalhando muitas bolas dentro da área, mas sempre bloqueados pelos defensores.  Curiosamente, no único momento em que foi pressionado, o time espanhol chegou ao gol. Asensio recebeu na área, pela direita e chutou cruzado. Tani não salvou desta vez. Espanha na final com o Brasil.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=722&image=https%3A%2F%2Fjogada10.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F08%2F000_9JR3Y9.jpg&q=25&w=1080

O jogador espanhol Marco Asensio comemora com seus companheiros após marcar o gol que deu a vitória à seleção da Espanha – Jonathan NACKSTRAND / AFP

JAPÃO 0X1 ESPANHA

Data: 3/8/2021  – Jogos Olímpicos – Semifinal Local:  Saitama Stadium, Saitama (JAP)

JAPÃO: Tani, Sakai, Yoshida, Itakura e Nakayama; Endo, Tanaka (Hashioka, aos 13′ do 2ºT da prorrogação) , Doan (Maeda, no início da prorrogação), Kubo (Miyoshi, no início da prorrogação) e Hatate (Soma, aos 19′ do 2ºT); Hayashi (Ueda, aos 19′ do 2ºT). TEC:  Hajime Moruyasu

ESPANHA: Simón, Óscar Gil (Vallejo, no Intervalo), Eric García, Pau Torres e Cucurella (Miranda, no Intervalo da prorrogação); Zubimendi, Merino (Soler, aos 13′ do 2ºT) e Pedri (Asensio, aos 38′ do 2ºT); Olmo (Puado, aos 13’do 2ºT) , Oyarzábal e Rafa Mir. TEC: Luiz de la Fuente

Gol:  Asensio, aos 9′ do 2ºT da prorrogação (0-1)

Árbitro: Kevin Ortega (PER) Auxiliares: Michael Orue e Jesus Sánchez (PER) VAR: Mauro Vigliano (ARG)

Cartões amarelos:  Sakai ( JAP); Oscar Gil, Merino, Zubimendi, Asensio (ESP)

Siga o Jogada10 nas redes sociais, TwitterInstagram e Facebook.

Saiba mais sobre o veículo