Corinthians não fez gol em quase 30% dos jogos disputados na Neo Química Arena em 2020

Logo: Meu Timão

Meu Timão

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fcdn.meutimao.com.br%2Ffotos-do-corinthians%2Fw941%2F2021%2F02%2F21%2Fgustavo_silva_e_leo_natel_no_jogo_contra_o_o_ob5m.jpg&q=25&w=1080

O Corinthians fechou a sua temporada como mandante no último domingo, ao empatar sem gols com o Vasco, na Neo Química Arena, e terminou a série dentro dos seus domínios com uma marca preocupante: dos 29 jogos que disputou nessa condição, não conseguiu vazar o adversário em oito deles (27,5%).

Desses duelos, dois foram no Campeonato Paulista, contra a Inter de Limeira e o primeiro jogo da final, contra o Palmeiras, um pela Copa do Brasil, a derrota frente ao América-MG pela ida das oitavas de final, e cinco pelo Campeonato Brasileiro (Palmeiras, Atlético-GO, Grêmio, Red Bull Bragantino e Vasco).

A marca só é inferior ao ano passado, quando os comandados de Fábio Carille e Coelho passaram batido dentro dos seus domínios em nove oportunidades (duas pelo Paulista, duas pela Copa do Brasil, duas pela Copa Sul-Americana e três pelo Campeonato Brasileiro).

Esses 17 jogos nas últimas duas temporadas, por sinal, somam quase a metade das vezes em que o Timão deixou o campo do seu estádio. Foram 39 partidas sem marcar gols na Neo Química Arena desde a inauguração, 22 nos cinco primeiros anos (2014-28) e 17 nos dois mais recentes (2019-20).

Perdendo força dentro de casa, o Corinthians pode usar, ao menos em 2020, a desculpa de que atuou sem o apoio da torcida no local. Dos 29 embates realizados ali na atual temporada, apenas seis tiveram presença da Fiel.