Dona Miguelina, mãe de Ronaldinho Gaúcho, morre em decorrência de covid-19

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2020%2F12%2F21%2Fronaldinho-gaucho-e-a-mae-dona-miguelina-1608573163399_v2_450x450.png&q=25&w=1080

Internada desde dezembro, em decorrência da infecção pela covid-19, Miguelina Elói Assis dos Santos, mãe de Ronaldinho Gaúcho, faleceu neste sábado, em Porto Alegre, por complicações da doença. A mãe do pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira tinha 71 anos e estava internada na UTI do Hospital Mãe de Deus, na capital gaúcha.

O jogador ainda não se pronunciou sobre o ocorrido, porém, trocou sua foto de perfil nas redes sociais por um ícone todo preto, algo que remete ao luto. O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil publicou uma mensagem de apoio ao jogador.

Kalil era presidente do Atlético-MG durante a passagem vitoriosa que o jogador teve pelo clube de Minas. Por lá, Ronaldinho ganhou a Libertadores de 2013. Ambos possuem uma amizade desde aquele tempo.

O Galo também se pronunciou sobre a morte.

Em dezembro, Ronaldinho havia comentado em suas redes sociais o estado médico de Dona Miguelina.