Em estreia no Paulista, Guarani tenta não repetir séries negativas de 2019

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F02%2F50889641552_35580f51d1_c.jpg&q=25&w=1080

O Guarani estreia no Campeonato Paulista com o objetivo de não igualar o maior jejum dos últimos anos.

Por má fase na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro, Bugre amarga sete jogos sem vitória e tenta não repetir o desempenho de 2019.

Diante do Ituano, na próxima segunda-feira, no Brinco de Ouro da Princesa, na primeira participação de Allan Aal à beira do gramado, Alviverde fechou a última temporada com série bem negativa sob gestão de Felipe Conceição, com seis derrotas, sendo cinco seguidas, e um empate.

A partir do triunfo por 1 a 0 em cima do Sampaio Corrêa, na antevéspera do Natal, clube campineiro, arrebentado por surto de Covid-19, patinou em meio aos desfalques e foi superado por América-MG (1-0), CRB (2-0), Cuiabá (4-0), Vitória (2-1), Avaí (2-1) e Juventude (1-0).

No intervalo entre os duelos com Coelho e Galo, em 05 de janeiro, ainda foi registrado um empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, no Dérbi 198, como mandante.

O desempenho negativo foi fatal para sepultar qualquer possibilidade de acesso e jogou o Alviverde bem para baixo na tabela.

PASSADO

Na época, enquanto estava afundado no Z4, mesmo com a pausa de um mês para disputa da Copa América no Brasil, colecionou os seguintes resultados: Paraná (0-0), Criciúma (1-0), Brasil de Pelotas (2-1), Atlético-GO (1-0), Coritiba (1-0), CRB (2-1), Botafogo-SP (0-0) e Cuiabá (1-0).

Antes disso, entre março e maio, com Osmar Loss e Eutrópio, campineiros tiveram cinco tropeços e três empates em três competições distintas: Ferroviária (1-1), Ituano (2-1), Ponte Preta (3-0), Red Bull Brasil (2-1), Mirassol (2-0), Mirassol (2-2), Figueirense (0-0) e Oeste (2-0).

Siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.