Furacão vence Cuiabá e afasta risco de rebaixamento | OneFootball

Furacão vence Cuiabá e afasta risco de rebaixamento

Logo: Trétis

Trétis

Precisando da vitória para escapar do rebaixamento para a Série B, o Athletico enfrentou o Cuiabá na noite desta sexta (3). Com um gol de Pedro Rocha no segundo tempo, o Furacão chegou aos 45 pontos mágicos e depende apenas de uma breve combinação para comemorar de vez a permanência na Série A e para focar 100% nas finais da Copa do Brasil.

PRIMEIRO TEMPO

Com a tradicional formação 3-4-3, Alberto Valentim começou a partida com Santos, Nico Hernandez, Thiago Heleno e Pedro Henrique; Marcinho, Erick, Léo Cittadini e Abner; David Terans, Nikão e Pedro Rocha. O Athletico iniciou a partida com grande pressão em cima do Cuiabá e criou chances já nos primeiros minutos. Aos 2′, Terans recebeu livre e bateu por cima. Aos 4′ foi a vez de Marcinho cruzar e Erick cabecear pra fora.

Aos 12 minutos, Nikão recebeu na direita, cortou pro meio e bateu. A bola desviou e foi pelo lado de fora. Em uma das chances mais claras do Furacão, Nikão lançou Abner na área. O lateral apareceu livre, mas finalizou sem precisão. Mas a principal chance de perigo no primeiro tempo foi do Cuiabá. Aos 30′, Jenison cabeceou livre e Santos fez bela defesa. O rubro-negro teve mais uma chance, aos 44′, em cabeçada de Pedro Henrique, mas o primeiro tempo terminou com o placar fechado.

SEGUNDO TEMPO

No intervalo, Alberto Valentim decidiu mudar o esquema tático. Tirou Nico Hernandez e colocou o atacante Guilherme Bissoli. Mas quem quase abriu o marcador, aos 28 segundos, foi o Cuiabá. Novamente Jenison cabeceou livre e tirou tinta da trave. O Furacão foi se colocando no ataque e aos 12′ teve uma grande chance. Abner cruzou e Nikão cabeceou livre. Um minuto depois, veio o gol rubro-negro! Pedro Rocha aproveitou bate-rebate na grande área e soltou a bomba, sem chances para Walter.

Com alterações, voltando para os três zagueiros durante o segundo tempo, o Furacão se segurou e pouco ameaçou o Cuiabá. David Terans, na saída de campo, ainda levou o terceiro amarelo e será desfalque contra o Palmeiras, na segunda (6).

Com o resultado, o Athletico – com 45 pontos – depende apenas de dois pontos nas próximas duas rodadas ou que Bahia e Grêmio não pontuem nos seus próximos jogos.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo