Goleiro mais novo campeão brasileiro pelo Flamengo? Hugo Souza a um jogo de fazer história

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fimages.performgroup.com%2Fdi%2Flibrary%2Fdazneditorialimages%2Fa4%2F1d%2Fhugo-souza-flamengo-goias-brasileirao-13102020_hugo_souza_flamengo_goias_brasileirao_13102020_trdau8mhu8ea1rieajcloalth.jpg%3Ft%3D-571159433&q=25&w=1080

Hugo Souza foi um dos nomes do Flamengo na temporada: de quarto goleiro e quase deixar o time, o camisa 45 rubro-negro deve ser o titular no jogo que vale título aos cariocas. E se tudo der certo, vai se tornar o mais jovem campeão brasileiro pelo time na posição.

Em setembro de 2020, com um surto de Covid-19 em seu elenco, o Flamengo foi obrigado a colocar o jovem Hugo Souza, também conhecido como Neneca, para defender sua meta em jogos do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores. Grata surpresa, o goleiro agradou e acabou sendo titular na maioria das partidas do Rubro-Negro desde então.

De quarto goleiro, Hugo se firmou como reserva imediato de Diego Alves e teve várias chances durante os períodos em que o vetereano goleiro esteve afastado do time, que o fizeram ultrapassar o camisa 1 em número de jogos na temporada - são 25 do Garoto do Ninho contra apenas 10 de Diego Alves. Na reta final do Brasileirão, inclusive, o jovem foi quem assumiu o gol do Rubro-Negro.

Lesionado, Diego Alves precisou ser afastado do time por tempo indeterminado, dando espaço a Hugo, que, mais uma vez, apareceu muito bem pelo time, que chega à última rodada líder e dependendo apenas de si para ser campeão. E se isso acontecer, aos 22 anos, o camisa 45 vai ser o goleiro mais jovem a levantar a taça do Brasileirão pelo Flamengo.

O jogo desta quinta-feira (25), contra o São Paulo, vale ao Flamengo seu oitavo título brasileiro da história e segundo de forma consecutiva. Com Hugo no gol, algo que deve se concretizar apesar de Diego Alves ter sido relacionado para o duelo, o Rubro-Negro terá seu quarto goleiro diferente em "jogo de título", sendo este o mais jovem de todos.

Nos três primeiros campeonatos ganhos pelo Flamengo, em 1980, 1982 e 1983, Raul era o goleiro, sendo que, na primeira conquista, ele já tinha 35 anos. Em 1987, Zé Carlos era o dono da vaga, conquistando o troféu com 25 anos, pouco mais que Hugo. No penta, em 1992, aos 33 anos, Gilmar era quem defendia a meta rubro-negra. Até então o mais jovem, Bruno foi campeão em 2009, com 24 anos. E, na temporada passada, o titular era Diego Alves, com 34 anos. 

Hugo, inclusive, completou 22 anos recentemente, em 31 de janeiro, pouco mais de um mês antes do jogo que pode dar o título ao Flamengo. 

Para levantar a taça, o Flamengo, hoje com 71 pontos, depende apenas de si. Em caso de qualquer vitória diante do São Paulo no Morumbi, a taça, mais uma vez, fica com o clube carioca, o que segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, tem 62% de chances de acontecer. O Rubro-Negro só perde o título caso empate ou perca do Tricolor e o Internacional, que tem dois pontos a menos, vença o Corinthians, no Beira Rio.