Mesmo experiente, Daniel Alves admite ansiedade para início da Olimpíada

Logo: CBF

CBF

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fconteudo.cbf.com.br%2Fcdn%2Fthumbs%2F910x0%2F202107%2F20210721025720_971.jpeg&q=25&w=1080

Prestes a estrear na competição, Daniel Alves não esconde a felicidade por defender a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos. Capitão brasileiro, o lateral participou da entrevista coletiva oficial do duelo com a Alemanha e falou sobre a expectativa para seu primeiro jogo com a Seleção na Olimpíada.

Ao valorizar a chance dada pelo técnico André Jardine, Daniel Alves lembrou que já esteve perto de disputar a Olimpíada em outras duas oportunidades. Dessa vez, no entanto, o sonho se tornou realidade e o lateral quer levar toda sua gratidão para dentro de campo.

"Poder estar aqui é muito especial para mim. Bati na trave duas vezes e na terceira aconteceu. Estou muito grato pela confiança e pelo respeito ao trabalho construído durante toda minha carreira", disse Dani Alves.

Um dos maiores vencedores da história do futebol, Daniel Alves quer adicionar um título inédito à sua sala de troféus. O ouro olímpico é uma obsessão para o atleta, que garante: pode até ter 38 anos e ser o mais velho da turma, mas tem a ambição e o espírito de um garoto.

"Eu como todo mundo conhece, sou uma pessoa que tem um espirito muito jovem, então, independente da história que se tenha a primeira vez ela é sempre muito especial e estamos aqui em igualdade de experiência a grande maioria, porque nunca participamos de um evento tão gigantesco e tão importante como esse e eu espero estar a altura não só da competição como também da minha seleção", concluiu. 

A Seleção Brasileira entra em campo nesta quinta-feira (22), às 8h, para enfrentar a Alemanha no Estádio de Yokohama, no Japão. A partida terá transmissão ao vivo da Rede Globo, do Sportv e da BandSports. 

Saiba mais sobre o veículo