Pedra no sapato, lesionados… Flamengo tem obstáculos no caminho do título

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fmaisqueumjogo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2020%2F11%2FFlaxSP_AlexVidal_CRF.jpg&q=25&w=1080

A vitória de 2 a 1 sobre o Internacional já faz parte do passado no Flamengo. Assumir a liderança do Campeonato Brasileiro e chegar ao último jogo dependendo dos próprios esforços para ser campeão são metas que foram atingidas. mas existem outras preocupações e obstáculos no caminho do título.

Para ser campeão o Flamengo precisa de um simples triunfo na quinta-feira, às 21h30(de Brasília), contra o São Paulo no Morumbi. O problema é que o Tricolor tem sido uma pedra no sapato Rubro-Negro nos últimos anos. A última vitória do Flamengo foi em julho de 2017, no Rio. No Morumbi, a situação é ainda pior, já que lá o Rubro-Negro não vence desde 2011.

Em 2020, as duas equipes se cruzaram no primeiro turno do Brasileirão e duas vezes pela Copa do Brasil. Nos três jogos, vitórias paulistas, com nove gols marcados e apenas dois sofridos.

Flamengo não quer depender do Inter

Então se engana quem pensa que o Flamengo terá vida fácil no Morumbi. No mesmo horário que o Flamengo visita o São Paulo, o Inter recebe o Corinthians, no Beira Rio. Se o Colorado vencer, conquistará o título se o Fla empatar ou perder.

Para piorar, o Flamengo tem várias dúvidas por problemas médicos. Willian Arão, com fratura no dedo do pé direito, não enfrentou o Inter. Ele chegou a ir para o aquecimento neste domingo, mas não passou no teste. Suas chances são melhores para a última rodada.

Lista de desfalques pode ser grande

Rodrigo Caio, com dores no tornozelo direito, e Diego Ribas, com incômodo na posterior da coxa direita, foram substituídos no segundo tempo contra o Inter e serão reavaliados.

– O Arão, que teve esse acidente, eu lamento muito porque é um jogador fundamental dentro do meu sistema de jogo. Hoje (domingo) ele tinha uma pequena chance de jogar e ele quis até o final. Tomou um analgésico injetável pra tentar ir pro jogo, mas quando foi fazer o aquecimento ele sentiu o pé. Então nós temos uma esperança maior de pro próximo jogo de poder contar com o Willian Arão – disse o técnico Rogério Ceni em sua coletiva após o jogo contra o Inter.

Novo líder do Campeonato Brasileiro, o Flamengo voltou ao trabalho na tarde desta segunda-feira. Enquanto os titulares fizeram um trabalho regenerativo na academia do Ninho do Urubu, os reservas treinaram no campo.