🤔 Surpresas e decepções: quem chamou a atenção no Flamengo em 2020

Logo: OneFootball

OneFootball

Vitor Geron

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2FFBL-BRAZIL-SAOPAULO-FLAMENGO-1614441631-1000x750.jpg&q=25&w=1080

Depois do ano dos sonhos em 2019, a realidade foi um pouco mais dura para o Flamengo na temporada 2020.

Com muitas mudanças, a equipe não conseguiu repetir o sucesso do ano anterior. Mesmo assim, a base do grupo montado por Jorge Jesus foi mantida e garantiu alegrias e, mais importante, taças para a nação rubro-negra.

O OneFootball está aqui e te mostra as surpresas e decepções do Flamengo em 2020.

Decepções

O Fla passou por uma transição em 2020, e nem tudo deu certo:

1. “Substitutos”

Do time base supercampeão em 2019, o Flamengo perdeu Pablo Marí, no início de 2020, e Rafinha, já no meio da temporada. Para repor as perdas, foram contratados os zagueiros Léo Pereira e Gustavo Henrique, e o lateral Maurício Isla.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=810&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2F2020-Brasileirao-Series-A-Gremio-v-Flamengo-Play-Behind-Closed-Doors-Amidst-the-Coronavirus-COVID-19-Pandemic-1614441324.jpg&q=25&w=1080

Mas os substitutos não foram capazes de fazer a torcida esquecer Rafinha e Marí. O problema principal foi na defesa. Quando Rodrigo Caio esteve fora por lesão, o torcedor rubro-negro sofreu muito. Os erros de Léo Pereira e Gustavo Henrique atormentaram o Fla. GH foi titular na fase final do Brasileirão, mas ainda é alvo de críticas, como no pênalti bobo cometido contra o Internacional.

Isla até apareceu bem no início e chegou a ganhar a Bola de Prata como melhor lateral-direito ao fim do Brasileirão, mas alguns erros bobos do chileno fazem com que os torcedores esperem pelo retorno de Rafinha.

2. Dome

Havia muita expectativa pelo substituto de Jorge Jesus. O espanhol Doménec Torrent chegou com status de ex-auxiliar de Guardiola e havia esperança de que o Fla de 2019 sofreria poucas mudanças em 2020.

A prática foi bem diferente. O espanhol mudou conceitos, fez diferentes experiências e desagradou muito o torcedor. O desempenho do Fla ficou muito abaixo de 2019. Com Rogério Ceni as coisas melhoraram, apesar das quedas precoces na Copa do Brasil e Libertadores. O time ainda parece distante daquele que encantou a nação rubro-negra um ano antes.

3. Everton Ribeiro

Outro que caiu muito de rendimento em 2020 foi Everton Ribeiro. O meia foi um dos principais destaques da temporada 2019, jogando como um maestro na equipe de Jesus. Mas o calendário exigente e as mudanças no comando do Fla parecem ter prejudicado o jogador.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=810&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2F2020-Brasileirao-Series-A-Gremio-v-Flamengo-Play-Behind-Closed-Doors-Amidst-the-Coronavirus-COVID-19-Pandemic-1614441548.jpg&q=25&w=1080

Surpresas

O ano pode não ter sido tão bom quanto 2019, mas teve títulos e algumas surpresas positivas:

1. Diego de volante, Arão na zaga

Dos problemas encontrados para formar o time ideal, Rogério Ceni encontrou soluções interessantes e que se mostram fundamentais para o Flamengo chegar ao título brasileiro.

Se o futebol não foi vistoso, como em 2019, pelo menos mostrou eficiência na proposta defendida pelo treinador. Com Arão na defesa e Diego de volante ao lado de Gerson, o Fla poderia perder poder de marcação, mas a entrega do grupo compensou a mudança. Além disso, a saída de bola melhorou. E as soluções ajudaram a equipe na arrancada final rumo ao título.

2. Hugo Souza

Apesar das falhas contra o São Paulo, o Flamengo viu desabrochar na temporada um baita goleiro para o futuro. Hugo Souza impressionou nos primeiros jogos em que teve chance de substituir o lesionado Diego Alves.

Naturalmente o jovem talento vai oscilar, como já oscilou, mas ele demonstrou muita personalidade e qualidade no gol rubro-negro. O tamanho e a envergadura impressionam. Além disso, Neneca, como é carinhosamente chamado, é veloz e desponta como um potencial goleiro de Seleção se continuar evoluindo.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=810&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2F2020-Brasileirao-Series-A-Palmeiras-v-Flamengo-Play-Behind-Closed-Doors-Amidst-the-Coronavirus-COVID-19-Pandemic-1614441587.jpg&q=25&w=1080

Foto destaque:  NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Image