🏆 Veja quem pode desequilibrar na decisão da Copa do Brasil

Logo: OneFootball

OneFootball

OneFootball

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwp-images.onefootball.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fsites%2F13%2F2021%2F02%2F2020-Brasileirao-Series-A-Palmeiras-v-Gremio-Play-Behind-Closed-Doors-Amidst-the-Coronavirus-COVID-19-Pandemic-1614105300-1000x704.jpg&q=25&w=1080

A Copa do Brasil-2020 será decidida nos dois próximos domingos, dias 28 de fevereiro e 7 de março.

Palmeiras e Grêmio não atravessam grandes momentos, mas possuem atletas que podem fazer toda a diferença.

O OneFootball analisa quem pode se destacar positivamente, levando o seu time ao título. Confira:


Diego Souza

Vamos começar falando do jogador com mais gols na temporada do futebol brasileiro.

Aos 35 anos, Diego Souza soma 28 gols em 2020/21, sendo quatro na Copa do Brasil – um deles na semi contra o São Paulo.

Após uma temporada abaixo do esperado com o Botafogo em 2019, ele retornou ao Grêmio com muita desconfiança por parte da torcida.

Mas não demorou para enfileirar gols. A chegada de Churín foi, por exemplo, um “combustível” para o camisa 29.

Letal pelo alto, Diego Souza tem se destacado em fazer a “parede” e também serve seus companheiros.


Luiz Adriano

O artilheiro do Verdão em 2020/21 com 20 gols fez a diferença na conquista da Libertadores – cinco gols em sete jogos – e teve participação decisiva para o time ir à final da Copa do Brasil.

Referência técnica, o camisa 9 não tem substituto à altura do Palmeiras, mas não se acomoda por isso.

Faz a “parede” muito bem, sabendo como se comportar diante de um marcação forte. E abusa da qualidade técnica para levar vantagem na hora de decidir.

Os sete jogos sem gols são um indicativo de que ele estará com fome!


Pepê

O nível de futebol mostrado pelo camisa 25 do Grêmio caiu um pouco durante a longa negociação com o Porto.

Mas é bom não duvidar de Pepê, que costuma ser metal arrancando pela esquerda, principalmente.

São 15 gols na temporada e a certeza de que pode desequilibrar diante da marcação rival.

Válvula de escape, é outra das referências técnicas do time de Renato Portaluppi.


Rony

O “Rony Rústico” foi o grande nome do Palmeiras na conquista da Libertadores graças aos ótimos números: cinco gols e oito assistências.

E, claro, também já fez a diferença na Copa do Brasil – basta lembrar do jogo de volta contra o América-MG pela semi da competição.

Dar espaço para o camisa 11 na direita pode ser letal.


Maicon

A condição física impede que um dos volantes mais técnicos do futebol brasileiro atue com frequência no Grêmio.

O fato é que Maicon é outro jogador com a capacidade de decidir a final com um passe preciso, aquele que rasga a defesa adversária.

Um bom desempenho do Grêmio passará pela eficiência do camisa 8 com a bola nos pés.


Weverton

Melhor goleiro atuando em solo brasileiro no momento, Weverton foi mais do que decisivo para o Palmeiras ir à final da Libertadores.

Transmite segurança, passa tranquilidade e mostra capacidade de sobra. Se Vanderlei não é unanimidade do outro lado, Weverton é certeza no Verdão.

Vale lembrar que ele concorre com Volpi, do São Paulo, pelo prêmio de melhor goleiro da competição.

E Diego Souza tem Raphael Veiga de adversário para ser o melhor jogador do torneio.


Foto: Alexandre Schneider/Getty Images