Willian Arão fala sobre críticas excessivas de parte da torcida: “Nos chamaram até de frouxos”

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fbit.ly%2F39lqnJp&q=25&w=1080

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

O ano de 2020 do Flamengo foi literalmente ‘céu e inferno’. Ainda sob o comando de Jorge Jesus, o Rubro-Negro iniciou a temporada como atual campeão brasileiro e da Libertadores. Em seguida vieram as conquistas da Super Copa do Brasil e Recopa Sul-Americana. Tudo caminhava para um ano tranquilo, mas as o português deixou o clube em julho e as coisas saíram dos trilhos. Arão lembrou das cobranças dos torcedores e criticou as manifestações excessivas.