Willian tem sido tão ruim no Arsenal?

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fimages.performgroup.com%2Fdi%2Flibrary%2Fdazneditorialimages%2Fea%2F68%2Fwillian-arsenal_willian_arsenal_5kn7gbxd6mjq1pagz45n8xhuq.jpg%3Ft%3D-934801145&q=25&w=1080

Quando o Arsenal contratou Willian em agosto de 2020, a assinatura causou impacto imediato em Londres.

Após passar sete anos defendendo o Chelsea, onde conquistou dois títulos da Premier League, uma Liga Europa, uma Copa da Inglaterra e uma Copa da Liga Inglesa.

E embora alguns torcedores tenham tido receio de assinar um contrato de três anos com um jogador que acabara de completar 32 anos, o fato de que Willian deveria entrar direto na equipe titular sem qualquer necessidade de se ajustar ao ritmo da Premier League tranquilizou muitos dos céticos.

Mas avance o relógio alguns meses e o que foi anunciado como uma coisa certa foi um desastre inesperado.

Willian fez 25 partidas em todas as competições nesta temporada e ainda não marcou um único gol. Nessas partidas, ele contribuiu com apenas três assistências, sendo duas delas na vitória por 3 a 0 sobre o Fulham, no fim de semana de abertura da temporada.

Foto: Getty Images

Ainda há tempo para Willian mudar as coisas no Arsenal, mas parece cada vez mais difícil, dado o quão impopular ele se tornou entre os torcedores do clube.

Você costuma ver jogadores descritos como 'figuras divisivas' no futebol. Granit Xhaka é o exemplo perfeito disso no Arsenal, além de Mesut Ozil.

“Não digo que seja injusto porque com Willian a expectativa é muito alta em termos de gols que ele pode marcar e das assistências que pode criar”, disse Mikel Arteta esta semana. "Você espera que ele seja titular, então é normal que as pessoas escrevam coisas sobre ele."

A vitória do último fim de semana contra o Leeds United produziu um excelente exemplo do mal-estar em relação a Willian.

O Arsenal foi excelente contra a equipe de Marcelo Bielsa e conquistou uma vitória emocionante por 4 a 2, que incluiu um futebol fabuloso  - em particular nos primeiros 47 minutos, quando alcançou a vantagem de 4 a 0.

A julgar pela reação nas redes sociais, no entanto, alguns torcedores ficaram tão indignados com o fato de Arteta ter enviado Willian, em vez de Gabriel Martinelli, como reserva no segundo tempo, que nem conseguiram aproveitar a chance de sua equipe somar três valiosos pontos.

“Sei que estou longe de estar no meu melhor, mas estou determinado a trabalhar duro e mudar isso”, admitiu Willian.

“O primeiro jogo foi muito bom para mim, contra o Fulham, senti que fiz uma boa exibição e dei duas assistências. E então, eu não sei. Estou sempre tentando fazer o meu melhor, às vezes as coisas não saem como você quer. Você tem que dizer que faz parte do futebol e da vida.”

Não há dúvida de que Willian vem falhando no Emirates Stadium, mas ele realmente tem estado tão mal?

De suas 25 participações em todas as competições nesta temporada, ele começou como titular em 15, registrando uma média de 1,3 chutes por 90 minutos, que é mais do que Emile Smith Rowe (0,9), mas menos do que Nicolas Pepe (3) e Bukayo Saka (2).

A falta de gols de Willian é claramente um grande problema, especialmente quando você considera que ele balançou a rede 11 vezes na temporada passada pelo Chelsea. Mas suas três assistências o empataram com Pepe e à frente de Smith Rowe (2), embora este último tenha feito nove partidas a menos que o internacional brasileiro em todas as competições desde o início da campanha.

Willian ainda atuando com a camisa do Chelsea / Foto: Getty Images

Em média, Willian criou 1,8 chances para seus companheiros de equipe a cada 90 minutos, um número que o coloca à frente de Saka (1,2) e Smith Rowe (1,7), e ele tem em média 39,7 passes bem sucedidos por 90 minutos - isso é mais do que Saka ( 27), Pepe (28,5) e Smith Rowe (39,4).

Claramente, essa última estatística pode ser um indicador de que Willian não está assumindo tantos riscos quanto aqueles que atuam em posições semelhantes, optando por fazer um passe fácil em vez de um que poderia levar o Arsenal a perder a posse de bola.

No entanto, além de seu fracasso em marcar um único gol nesta temporada, seus números não são terríveis em comparação com os outros.

Mesmo assim, ele se tornou o jogador que assume a culpa caso as coisas não saiam do jeito do Arsenal. É um grande problema para o clube e para Arteta,  que trabalharam tanto na janela para convencer Willian a jogar com a camisa do Arsneal.

"Temos que protegê-lo. Temos que apoiá-lo o máximo que pudermos, porque ele merece, pela forma como conduz a sua profissão e pela forma como está conosco. O que ele está fazendo no momento, a forma como está treinando, como está trabalhando, a forma como está disposto a dar tudo para a equipe é o que eu exijo. Se ele tem mais ou menos sucesso no jogo é outra questão", afirmou o treinador.

Arteta está bem ciente da hostilidade que está sendo dirigida ao experiente brasileiro, mas sabe que a única maneira de Willian conquistar a torcida é atuando em campo.

Publicamente, o treinador continuará apoiando seu jogador, mas a responsabilidade agora recai sobre Willian para começar a mostrar por que ele recebeu um contrato tão longo e lucrativo, porque, neste momento, a transferência sem risco do Arsenal parece um erro caro.