Entre dinheiro e polêmica, Rodinei virou personagem central em Flamengo x Inter

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fimages.performgroup.com%2Fdi%2Flibrary%2Fdazneditorialimages%2F1f%2F5f%2Frodinei-flamengo-internacional-brasileirao-21-02-2021_rodinei_flamengo_internacional_brasileirao_21_02_2021_31c3b665x6as1sf31fz6jfek3.jpg%3Ft%3D-893999561&q=25&w=1080

Um dos tantos assuntos que movimentaram conversas e matérias antes da “final” entre Flamengo e Internacional foi sobre Rodinei. O lateral-direito, criticado pela torcida rubro-negra, foi emprestado justamente aos gaúchos e tornou-se, ao longo desta temporada, um dos destaques do time colorado. Sua participação no duelo entre os líderes do Brasileirão, válido pela penúltima rodada, era dúvida por questões monetárias, uma vez que cláusulas contratuais permitiam sua escalação contra os rubro-negros somente mediante a um depósito de um milhão de reais.

A presença de Rodinei foi garantida depois que um torcedor colorado doou a quantia. Mas enganou-se quem pensou que o papel de Rodinei neste roteiro acabaria por aí. O lateral, que vestindo a camisa flamenguista entre 2016 e 2019 fez parte de elencos campeões estaduais, brasileiro e da Libertadores, desempenhou, no duelo realizado neste domingo (21) no Maracanã, papel fundamental na vitória rubro-negra, de virada, por 2 a 1.

Foi justamente pelo seu lado direito que nasceu o primeiro gol do Flamengo, com Bruno Henrique fazendo um passe tranquilo para o gol de Arrascaeta. Rodinei, contudo, mostrava toda sua entrega à causa colorada: pedia bola, corria e quase recolocou o time gaúcho na frente ao acertar o travessão rubro-negro, ainda na etapa inicial. No segundo tempo, contudo, o lateral protagonizou um episódio que mudou a dinâmica da partida.

Logo nos minutos iniciais, Rodinei se envolveu em uma disputa com Filipe Luís e fez falta no lateral-esquerdo. O árbitro Raphael Klaus foi para a tela do VAR e teve a interpretação que a entrada era passível de cartão vermelho direto. A decisão causou polêmica.

Sem Rodinei, e com um a menos, o Flamengo conseguiu virar através de Gabigol. Com o resultado, o Flamengo ultrapassou o Inter e, a uma rodada do final do Brasileirão, lidera o campeonato.